Casa Menina Mulher

Para uma sociedade justa e solidária

Perfil

A Casa Menina Mulher é uma organização não governamental, ONG, que desenvolve ações pedagógicas com crianças, adolescentes e jovens. Fundada em 27 de Janeiro de 1994, sua proposta e objetivo, desde o início, é prestar apoio humanitário a meninas que faziam da rua seu espaço de sobrevivência. Desde então, a instituição foi fortalecendo e consolidando o trabalho educativo através de ações de prevenção e de educação social.

Buscamos educar crianças, adolescentes e jovens mulheres em condição de vulnerabilidade social, valorizando a cultura popular e favorecendo o fortalecimento do núcleo familiar, o protagonismo infanto – juvenil, a qualificação profissional e o exercício pleno da cidadania, rumo a uma sociedade justa e solidária.

 

Endereço
Rua Leão Coroado 55 Boa Vista, 50060-250 Recife, Pernambuco
Coordenação
Maria de Lourdes de Sousa
Contato
cmm@casameninamulher.org.br
0055 81 3231 0463
Website:

http://casameninamulher.org.br/

Facebook:
www.facebook.com/ONGCMM

Número da Comunicação:(81) 9 9898-5059

Fotos

Nosso progresso

800

Famílias atendidas

120

Crianças Atendidas

23

Ano de fundação

Missão

Educar crianças, adolescentes e jovens do sexo feminino e em condição de vulnerabilidade social, valorizando a Cultura Popular e favorecendo o fortalecimento do Núcleo Familiar, o Protagonismo Infanto – Juvenil, a Qualificação Profissional e o exercício pleno da Cidadania.

Casa Menina Mulher

A Casa Menina Mulher atua no centro do Recife, estado de Pernambuco, nordeste do Brasil, atendendo crianças, adolescentes e jovens de baixa renda com idade entre 5 e 24 anos. Todas são do gênero feminino e residem no entorno da instituição, nas comunidades do Coque, Ilha de Joana Bezerra, São José, Coelhos e bairros adjacentes. A maioria desse público é composta por afrodescendentes de família em situação de vulnerabilidade econômica e que estão inseridas na rede pública de ensino. Na área que a CMM atua existe a problemática do desemprego, uso e tráfico de drogas, prostituição. Serviços públicos como saúde, educação e segurança pública são precários.

 

Temos como estratégia de inclusão o acompanhamento escolar, valorização da auto-estima, estímulo a arte-educação, alternativas de geração de renda, qualificação profissional e inserção no mundo do trabalho, estímulo a participação em políticas básicas para a infância e juventude. As ações desenvolvidas dentro das oficinas pedagógicas e cursos profissionalizantes se constituem numa ferramenta de inclusão social. O desafio maior é envolver e sensibilizar a população infanto-juvenil, por meio da participação ativa em fóruns e reuniões temáticas, fazendo-as perceber suas necessidades emergenciais frente à realidade de seu cotidiano. Os projetos oferecidos pela Casa Menina Mulher atualmente são o Programa de Complementação Escolar, Programa de Qualificação Profissional e o Projeto Semear e Colher .

 

Video