Comissão Pastoral da Terra Campina Grande – CPT CG

“Fiel ao Deus dos pobres, à terra de Deus e aos pobres da terra.

Perfil

A Comissão Pastoral da Terra é um serviço pastoral dedicado à causa de homens e mulheres pobres do campo brasileiro, aos quais, presta apoio e solidariedade assessorando suas organizações comunitárias, atuando na defesa de seus direitos pelo acesso a terra e as aguas, como também, pela conquista de espaços econômicos, políticos, sociais e culturais. A realidade e os anseios vividos pelos camponeses (as) orientam sua missão. O ponto de partida de sua ação é a experiência dos trabalhadores rurais, sua fé e sua capacidade de assumir a própria história. Enquanto pastoral, a CPT é um organismo de igrejas, comprometidas com a causa dos pobres da terra, particularmente as Igrejas; Católica, Batista, Metodista e a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB). As principais linhas de trabalho da CPT Nordeste são: luta pelo acesso a terra, as aguas, reforma agrária, produção de base agroecológica, luta pelos direitos, desenvolvimento local e cidadania. A mesma se organiza por regionais seguindo as orientações da CNBB, sendo assim, somos parte do regional Ne2 formado pela Paraíba, Alagoas, Pernambuco e R. G. do Norte. Na Diocese de Campina Grande, o trabalho iniciou no ano de 1985 com apoio dos padres Redentoristas e do bispo diocesano. Junto as comunidades promovemos o conhecimento num processo constante de formação e informação, envolvendo as famílias sem-terra, assentadas e atingidas por grandes projetos desenvolvimentista que compõem os grupos apoiados pela CPT, como também, procura contribuir com iniciativas que efetivem os direitos conquistados e garantidos em lei contribuindo e/ou ampliando os direitos civis, culturais, econômicos, políticos e sociais, dentre eles o direito a alimentação. Entendemos a pressão e o conflito como inerentes ao processo democrático e como fonte do próprio direito. Acreditamos que as transformações necessárias para garantir uma vida digna a essas populações, só é possível pela luta e organização dos mesmos.

A CPT fica localizada em Campina Grande e pertence a diocese de Campina Grande, que abrange as microrregiões dos Cariris, Curimataú, Agreste da Borborema e Brejo, ocupando uma área de 20.51 Km² e uma população de 830.118 habitantes residentes em 62 Municípios distribuídos em 07 foranias, localizada na Paraíba, Estado que possui 3.443.825 habitantes onde quase 20% da população, vive em situação precária. A CPT sede em Campina Grande mas acompanha grupos no cariri, agreste e curimataú, totalizando 1241 atendidos.

A CPT para garantia da reprodução social camponesa pautam o trabalho de base a luz da metodologia popular freireana e da teologia da libertação. Neste ínterim pautam as seguintes atividades: reuniões, intercâmbio, seminários, oficinas, romarias, celebrações, ,mobilizações, ocupações, campanhas solidarias, mutirões, acampamentos de juventudes, encontros entre camponeses, cursos de formação, jornadas de formação, e com essas atividades, forma percebidas diversas soluções na vida dos atendidos, como por exemplo, Autonomia e liberdade para produzir na terra conquistada; Acesso à terra, água, créditos, programas sociais e politica publica de convivência com o semiárido. Acesso a educação pelo Programa Nacional de Educação na Reforma Agraria – PRONERA; Melhorias na questão da moradia e saúde; Produção de alimentos saudáveis sem uso de agrotóxico, fornecendo para o PAA, PNAE e feiras agroecológicas; Melhoria na organização comunitária através de suas associações.

Endereço
Rua Afonso Campos 233 Centro, 5840235 Campina Grande, Paraíba
Coordenação

Maria Valdenice Silva e José Wellington Barbosa da Silva

Contato

Telefone da CPT Fone: 3343-5038

email:cptcampinagrande@gmail.com

Website
http://www.cptne2.org.br
Nordeste 2 (YouTube)

Fotos

Nosso progresso

1641

famílias atendidas

28

municípios do semiárido com experiência de convivência

16

comunidades com trabalho de meio ambiente

Missão

“Fiel ao Deus dos pobres, à terra de Deus e aos pobres da terra”

Convocada pela memória subversiva do evangelho da vida e da esperança, fiel ao Deus dos pobres, à terra de Deus e aos pobres da terra, ouvindo o clamor que vem dos campos e florestas, seguindo a prática de Jesus.

A CPT quer ser uma presença solidária, profética, ecumênica, fraterna e afetiva, que presta um serviço educativo e transformador junto aos povos da terra e das águas, para estimular e reforçar seu protagonismo.