October 16th, 2017 — General

Encontro da Rede Solivida focou na recuperação da memória como elemento reflexivo importante para pensar os rumos das ONGs no Brasil

Encontro da Rede Solivida focou na recuperação da memória como elemento reflexivo importante para pensar os rumos das ONGs no Brasil
Nos dias 6,7 e 8 de Outubro a Rede Solivida esteve reunida no município de Crato, Ceará, em seu 18º encontro que teve como tema “Construção de Linha do tempo das Organizações Integrantes da Rede Solivida.
O evento que reuniu 60 representantes de das 26 entidades que compõem a rede teve como objetivo principal fazer um resgate da memória de toda a trajetória que constitui a Rede Solivida tal como hoje ela é conhecida.
“O nosso propósito é fazer com que a história que nos antecede e que atravessamos ilumine nosso presente e nos auxilie na busca por respostas para os dilemas que se apresentam no horizonte da atuação de todas as organizações que compõem a Rede. Não chegamos aqui à toa, sabemos da relevância de nossos trabalhos pelos frutos que eles têm dado e não vamos parar. Nesse sentido entendemos que uma pausa para revisão de nossa trajetória pode ser um exercício bastante salutar!”, comenta Maria Elisabeth Detert, presidente da Rede Solivida e atual coordenadora do Projeto Semear e Colher.
Foi sob essa orientação que as organizações se debruçaram sobre a história da Igreja e sua atuação como estandarte da promoção da paz e do desenvolvimento comunitário em um momento mundial bastante conturbado. Foi por meio da palestra “O Aktionskreis Pater Beda e os Franciscanos no Nordeste do Brasil” ministrada pelo Frei João Amilton dos Santos OFM, Ministro Providencial da Província Franciscana de Santo Antônio do Brasil que as entidades da Rede Solivida foram remetidas ao tempo que criou a ambiência para o surgimento, anos mais tarde, das ONGs e muitos movimentos sociais no Brasil e na América Latina, de modo geral.
No mesmo dia, no período da tarde, as organizações da Rede, divida em suas regionais, relacionaram uma série de fatos históricos fazendo um paralelo com a história da própria Rede e suas entidades. A proposta foi socializada com todos o presentes no evento em um exercício que permitiu perceber o espírito da época, as disposições, desafios e soluções para cada período par-e-passo com o que as entidades e seus membros estavam realizando.
No dia 8 uma avaliação interna do projeto Semear e Colher concentrou-se nos aspectos relacionados à sustentabilidade, gestão do projeto, aprendizados, manejo dos recursos, clareza na execução, perspectivas e planejamentos de futuros projetos no Brasil frente à crise econômica e política.

More News

Visita dos parceiros brasileiros e INCRA – Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária terminou em Berlim!

August 31st, 2018

Visita dos parceiros brasileiros e INCRA – Instituto Nacional de Colonizaçao e Reforma Agrárioa terminou em Berlim! Aqui umas fotos dos diferentes encontros, discussoes e trocas de experiências entre os …

Continue

Proteção à Criança e ao Adolescente é tema do XX Encontro da Rede Solivida

June 20th, 2018

O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) diz no artigo 5 da Lei 11.829/2008 que nenhuma criança ou adolescente será objeto de qualquer forma de negligência, discriminação, exploração, violência, …

Continue

Encontro da Rede Solivida focou na recuperação da memória como elemento reflexivo importante para pensar os rumos das ONGs no Brasil

October 16th, 2017

Encontro da Rede Solivida focou na recuperação da memória como elemento reflexivo importante para pensar os rumos das ONGs no Brasil Nos dias 6,7 e 8 de Outubro a Rede …

Continue